Fellipe.

Sabe aquele dia em que você tá totalmente sem inspiração?
então, é hoje.

;*

Grrrr.

A sua personalidade está diretamente ligada a simples vontade de encher de orgulho à quem você mais admira, mas na grande maioria das vezes você, quando parou e analisou, já estava acima do limite permitido e levava a vida como numa espécie de carro sendo guiado pelo piloto automático. E é exatamente isso que acaba fazendo com que você seja uma pessoa cada vez menos preocupada, educada e comprometida com o que de fato é, pra ti mesmo, uma das mais importantes, senão a mais importante 'tarefa' a cumprir.

Uma espécie de conduta auto-destrutiva, que ao mesmo tempo fica tão difícil enxergar, está tão vergonhosa e nítidamente escancarada em cada atitude, egoísta, diga-se de passagem, de sua parte.

Assuma a direção, desvie dos buracos, e respeite o limite de velocidade.
Sinta a estrada.

[também vale como um conselho pro trânsito.]

Amanhã eu volto. Ou depois.

;*

No donuts for you.

Parei e olhei pra trás, engraçado.
Se for parar pra ver, minha vida é hilária cara.
Olha só.

Eu sempre tive uma vida 'normal'. Com amor de pais, família e amigos, mas só até aí.
Repara e vai construindo.
Meu pai tem 42 anos e tá solteiro, curtindo a vida, MUITO.
Meu avô é uma pessoa fechada, entra mudo e sai calado, isso minutos antes de tomar umas e outras. Depois que bebe, vira comediante, hilário. E minha avó tem que aturar, mesmo sendo totalmente avessa ao álcool e afins.
Minha mãe, talvez seja a mais normalzinha, ainda que às vezes dê nela um acesso de madame.
Minha avó por parte de pai, até hoje é enganada por charlatões que fingem estar doentes, e saem por aí pedindo dinheiro. Outro dia deu cinco reais a um filho da puta de 18 anos que afirmava estar à beira da morte, nos seus últimos dias. Logo depois foi alertada por um carteiro, de que eles viviam fazendo isso por aí.

É.

A minha vida, definitivamente, merece virar um seriado desses americanos, que tem gargalhadas gravadas a cada piada.

Mas o meu amor por esse bando, é incondicional e interminável.
E ainda tem eu, pra contar isso. O pior de todos.

Tá, chega, vou dormir.

;*

Abaixo a hipocrisia.

Não fume em lugares fechados. Se tiver janela, abra, e fume lá.
Não ponha os pés no acento. Não de tênis, idiota.
Não pise na grama. Pise sim, de preferência descalço, é ótimo.
Não veja TV de tão perto. Dependendo do programa, desligue-a.
Não fale de boca cheia. Não fale com a boca aberta quando estiver cheia.
Não apoie os cotovelos sobre a mesa. Se estiver em casa, pode apoiar sim, foda-se.
Não fale com estranhos. Fale sim, eles são caras legais.
Não cobice a mulher do próximo. Depende de quem for o próximo.
Não faça gestos obscenos. No trânsito, valem todos.
Não fale palavrões. No futebol, valem todos.
Não seja teimoso. Seja sim, eles é que estão errados, sempre.
Não durma na aula. Se for pra dormir, nem vá a aula.
Não discuta com o seu chefe. Manda logo ir tomar no cu e pra puta que o pariu, e pede demissão.

Vai por mim.

Intenção.

Você vai atravessar a rua, confere os dois lados. Não vem ninguém. Nem carro, nem caminhão. Nadinha. Porra nenhuma mesmo. Tá.

A rua tá deserta. Ninguém. Nem pessoa. Aí vem aquele pensamento súbito:

Vou atravessar a rua pelado.
Você o faz.

Logo depois um tio grita lá de cima de um prédio:

-Bunda branca pacaraaio!
Você sempre estará sendo observado.

Dia em branco.

Ask me anything, I got nothing to say.
 

© Copyright O Céu. . All Rights Reserved.

Designed by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine

Blogger Template created by Deluxe Templates