eleições.

é. essa é a época das eleições. época em que os engravatados de brasília - ou os que tão a fim de ir pra lá - ficam na frente do espelho, praticando o seu carisma, antes de sair de casa. o período das eleições é um período de reflexão, onde nós tentamos, quase que por meio de um diagnóstico, identificar o candidato mais transparente, com as propostas mais coesas, mas quem é esse indivíduo que nunca aparece?

confesso, que todo o ano de eleição, eu tenho a esperança de que vai aparecer esse cara, apesar de esse ser o primeiro ano em que eu, de fato, vou exercer o meu direito de cidadão. mas assim que acaba o primeiro horário eleitoral gratuito, eu volto à estaca zero.
vejo, um candidato articulado, que fala bem, mas esse não me passa confiança. acho sempre que exatamente esses é que vão querer passar a perna na gente. devem se achar muuuuito inteligentes, coisa que alguns são realmente, mas usam a sua inteligência para o mal.
ou vejo pessoas de comunidades, ignorantes, que mal sabem falar, e que se não se corromperem, isto é, se não entrarem na dança de quem já está lá, serão sumariamente limados do esquema.

ou seja, não há para onde correr, senão, a anulação do voto. isso porque o voto em branco é contabilizado para o candidato que tem mais votos, e acredito que ninguém queira ajudar o crivella a ganhar.

de que adianta revolucionar, acabar com a ditadura, se esse sistema se tornou igual ou pior - por culpa nossa - do que o antigo? nós temos que nos enriquecer culturalmente, abrir os olhos e enxergar que não vale a pena eleger um candidato em troca de agradinhos, vagas em escolas, empregos, se isso um dia vai acabar, enquanto a hegemonia da demagogia vai se mantendo.
não que eu prefira voltar à ditadura, longe disso. pelo que os mais antigos dizem, aquilo era um inferno. mas assim também, não rola.

conclusão:

o período das eleições é a época em que as falcatruas vem à tona, em forma de abraços em crianças, dentaduras de graça. época em que eles que estão lá, esfregam na nossa cara, que são eles que vão continuar regendo tudo e, - pior que isso - quem tentar entrar pra acabar com tudo, vai se estrepar.

SÓ NOS RESTA VOTAR NULO.

durmam cedo, amanhã é dia de labuta pra nós.
 

© Copyright O Céu. . All Rights Reserved.

Designed by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine

Blogger Template created by Deluxe Templates