Gostaria de falar um pouco sobre os pobres de espírito. Que são pessoas frustradas, disso ninguém tem dúvida. Mas por que cargas d'água, uma pessoa frustrada não pode guardar sua frustração pra si, ou revertê-la em ânimo ou força, pra uma nova eventual empreitada? Não, ela não faz isso. A inveja não deixa. É incrível rapaz. A quantidade de carga negativa em cima das expectativas de qualquer um, é muita. Os pobres de espírito são iguaizinhos a formigas e viados, tem em todo canto. E confesso que ter que lidar com esse tipo de gente é dificílimo, e ainda pior, não poder mandar o cara ir catar coquinho, à merda. Ter que ficar cheio de sorrisinho, agradinho pra lá, ser gente fina pra cá. Porra, isso estressa.

Mas, como eu fui MUITO bem instruído a não dar atenção, eu ca-go. Cago meeesmo. Não vou citar meus motivos, até porque eu sei que tem gente que lê o que eu escrevo aqui. Os pobres de espírito, vulgo, mesquinhos, são a pior raça que existe na terra, e agora vem a pior coisa de todas. O lance é que eles, às vezes, mas bem às vezes mesmo, conseguem te desanimar. Putz, brother. Irrita aquela pessoa que não pode te ver fazendo alguma coisa legal que logo critica, mas tipo, bizarramente. Assim, o cara entende tudo de culinária. Você faz alguma coisa legal na faculdade, que é de engenharia, e tá ele criticando. Não sabe nem porque tá criticando. É capaz de você perguntar por que ele te criticou e ele falar: "Ah, porque sim..." .

Nessas horas eu penso qual seria o limite da mesquinharia. O quão mesquinho uma pessoa precisa ser pra ganhar o concurso de mesquinharia, saca? Cara, é podre.

Eu, aqui, mando um beijo pra todos aqueles que já tiveram de lidar, ou lidam ainda, com esse tipo de gente. Acho que todos. E pra eles mesmos, está dado o recado.

;*
 

© Copyright O Céu. . All Rights Reserved.

Designed by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine

Blogger Template created by Deluxe Templates