Falando sério: Política.

O estado de hoje dos governos municipais, estaduais, e do federal não é lá nada bom. Como pode um país aceitar viver sob a batuta de um presidente cujo partido que afilia-se, nos apresentou o maior dos maiores escândalos políticos de todos os tempos? Como pode uma população aceitar isso, sem nem querer fazer nada! Se não foi ontem, foi anteontem, estava eu lendo a Revista Veja, - de honestidade muito duvidosa por parte de muitos intelectuais, diga-se de passagem – e numa de suas matérias, na que falava sobre o governo do presidente Lula, havia uma foto cuja estética chegava a ser assustadora. Eram Luís Inácio ‘Lula’ da Silva e o ex-presidente da república Fernando Collor, – que saiu do governo quase debaixo de pontapés, depois da lambança que fez – abraçados, “juntos em nova empreitada”.

Será que nós brasileiros temos cara de idiota? Eu, quando vejo coisa do tipo, ou leio sobre, me sinto bobo, apesar dos meus, de pouquíssima quantidade, 20 anos. Me vejo morando num país, onde não existe oposição, onde não existem conceitos, onde não existem vertentes ou segmentos específicos. No Brasil, não existe esquerda. Não existe um lado que tenha suas convicções e, estando no poder ou não, haja de acordo com sua doutrina. O govenro federal, hoje, é um grande exemplo disso. O Lula, sempre foi de ‘esquerda’. Os esquerdistas, geralmente, são os trabalhadores, o proletariado. Direitistas, são a burguesia. Mal comparando, é mais ou menos isso. Aí, aquilo que ninguém nunca acreditou que fosse acontecer, acontece, e o Lula vira presidente da nossa república. Vejam bem, isso não é uma crítica ao governo Lula. Eu apenas estou cobrando aqui, toda aquela postura esquerdista que Luís Inácio e cia. sempre tiveram na hora de malhar Fernando Henrique e seus antepassados.

Foram pro governo e se bandearam pro lado de lá. Fazendo uma análise fria, metaforicamente falando, é como uma história dessas: O primo rico(PSDB) fazia muitas festas quando os pais saíam, mas tomava as devidas precauções para que ninguém soubesse das festas que aconteciam em sua casa(governo). Eis que um dia, o primo rico ficou doente, e teve de passar o bastão de anfitrião de suas festas, ao primo pobre(PT), que se deslumbrou com o poder, e acabou deixando que os pais soubessem das tais festas. Ou seja, foi o PT assumir o governo, e explode uma bomba dessas que foi o Mensalão.

Enfim, como eu já disse, isso não é uma crítica ao governo Lula, até porque, comparado aos anteriores, não foge muito ao modelo. E mais, arrisco-me a dizer que Lula está fazendo melhor do que muito presidente engomadinho por aí, falando três, quatro línguas. Mesmo assim, poderia ser melhor. Com um pouco de boa vontade, e menos falcatrua, dá pra dar um jeito. Só acontece que não há quem chegue lá em cima, e não queira enriquecer mais um pouco às nossas custas. Esse é o problema do brasileiro. Sempre querendo se dar bem às custas do vizinho. E o pior: Nós aceitamos. Continuamos votando nesses candidatos de merda, que são como o futuro namorado da sua filha. Chega pagando de bom moço, mas tá é doido pra levar sua filha pra cama, e isso, se já não levou!

Sou jovem, ainda tenho muito o que aprender, eu sei, mas acho que do jeito que tá, qualquer um consegue enxergar a safadeza que é, e assim, não vai pra frente. Gostaria muito que meus filhos vivessem num país melhor, com um pouco menos desse ar nefasto que ronda o meio político, e que pudessem desfrutar da liberdade de poder andar por um calçadão de praia, frequentar a noite, sem maiores preocupações com a violência. Não só meus filhos, mas meus netos, e assim por diante. Eu não costumo rezar, mas se rezasse, todo santo dia eu faria uma prece pedindo para que aparecesse uma alma que quisesse, de verdade mudar o futuro desse país, sem segundas intenções e que desse apenas o primeiro passo. Alguém que começasse a botar ordem na casa. Isso porque, por enquanto, ninguém deu as caras ainda né?

Os governos estaduais e municipais, nem precisamos falar. Agora, só uma coisa que eu gostaria muito de saber: Onde foi que nasceu essa impunidade ao crime do roubo dentro da política? Onde concederam esse poder, e a quem, pra que fossem feitas atrocidades como a que o próprio Fernando Collor fez? – e só saiu do poder, porque o Brasil inteiro chiou, reclamou, reivindicou e bateu o pé. Afinal, quem não se lembra dos estudantes que foram às ruas protestar, os caras pintadas? Aquilo sim é Brasil, aquilo sim é orgulho de ter nascido aqui, é cuidado com nossa terra. É a garra de um povo que foi colonizado e sugado até a última gota pelos Portugueses, mas não se deixou abater. Aquilo sim, dá gosto de ver. Essa pouca vergonha que esfregam na nossa cara, me dá nojo.

Um abraço e anulem seus votos.
 

© Copyright O Céu. . All Rights Reserved.

Designed by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine

Blogger Template created by Deluxe Templates